• quinta culture header

Tradicionalmente as Quintas sempre foram fulcrais na economia local. Eram o lar das pessoas que lá trabalhavam e produziam-se muitos víveres para venda e consumo local.

Pouco mudou nos dias de hoje, a par do facto de que hoje recebemos hóspedes para ajudar a manter esta cultura secular tão rica e para proporcionar a quem nos visita a experiência única de como é viver numa Quinta.

Ligar a história da família a esta propriedade com a plantação de vinhas foi fundamental (sempre tivemos vinhas mas não em tão grande escala). Mantidas pela empresa familiar Blandy ́s com mais de 200 anos, as vinhas englobam castas de todas as variedades nobres, desde o seco ao doce (Sercial, Verdelho, Bual e Malvasia), assim como uma casta extremamente rara e refinada que é a Terrantez.

A história deste local ganha vida nos edifícios e na paisagem que foi sendo redesenhada pelas diferentes gerações mas que essencialmente se tem vindo a reinventar com a passagem do tempo. È feito um esforço considerável para manter a propriedade apresentável, não só através da manutenção dos espaços verdes, mas também na conservação do património arquitetónico.

Este espaço verdejante com mais de 3,5 hectares no centro do Funchal funciona como um autêntico pulmão na zona urbana circundante.

A Quinta sustenta e ao mesmo tempo, é sustentada por diversas formas de vida:

  • Ecologia – uma rica mistura de flora e fauna natural;
  • Cultura e turismo – visitantes, arrendatários, história, arquitetura, artesanato, educação;
  • Economia local – emprego e indústria de serviços.